YOLANDA BOTELHO

YOLANDA  BOTELHO
EU,YOLANDA

Este "meu" Desassossego...

Tudo quanto fazemos, na arte ou na vida, é a cópia imperfeita do que pensámos em fazer. Desdiz não só da perfeição externa, senão da perfeição interna; falha não só à regra do que deveria ser, senão à regra do que julgávamos que poderia ser. Somos ocos não só por dentro, senão também por fora, párias da antecipação e da promessa

Fonte: "Livro do Desassossego"
Autor:

Fernando Pessoa


Viver é ser outro. Nem sentir é possível se hoje se sente como ontem se sentiu: sentir hoje o mesmo que ontem não é sentir - é lembrar hoje o que se sentiu ontem, ser hoje o cadáver vivo do que ontem foi a vida perdida

Fonte: "Livro do Desassossego

Autor: Fernando Pessoa



quinta-feira, 5 de julho de 2012

AS FRÁGEIS HASTES

As Frágeis Haste

Não voltarei à fonte dos teus flancos
ao fogo espesso do verão
a escorrer infatigável
dos espelhos, não voltarei.

Não voltarei ao leito breve
onde quebrámos uma a uma
todas as frágeis
hastes do amor.

Eis o outono: cresce a prumo.
Anoitecidas águas
em febre em fúria em fogo
arrastam-me para o fundo.

Eugénio de Andrade, in "Obscuro Domínio"

Sem comentários:

Enviar um comentário